../_images/codigos_opcoes.png

DDFM

Função

Leitura de dados de associação de máquina de indução com dupla alimentação (DFIG) aos respectivos modelos e sistemas de controle.

Utilização

Nb

Número de identificação da barra de geração à qual deverá ser associada o modelo de máquina de indução com dupla alimentação e respectivos sistemas de controle.

Gr

Número de identificação do grupo de equipamento. Em uma barra de geração podem estar conectados um ou mais grupos de máquina de indução com dupla alimentação. Um grupo de máquina de indução com dupla alimentação pode ser constituído por uma ou mais unidades idênticas.

P

Fator que define o percentual da potência ativa gerada na barra pelo grupo de equipamentos. Se deixado em branco, será considerado igual a 100%. A soma dos fatores dos grupos de equipamentos de uma barra de geração tem que totalizar 100%. Este campo deve ser preenchido com um número inteiro.

Q

Fator que define o percentual da potência reativa gerada na barra pelo grupo de equipamento. Se deixado em branco, será considerado igual a 100%. A soma dos fatores dos grupos de equipamentos de uma barra de geração tem que totalizar 100%. Este campo deve ser preenchido com um número inteiro.

Und

Número de unidades iguais que constituem um grupo de equipamentos equivalente. Se for deixado em branco será considerado 1 unidade.

Mg

Número de identificação do modelo de máquina de indução com dupla alimentação, como definido no campo No do código de execução DMDF.

Mt

Número de identificação do modelo de turbina eólica, como definido no campo CDU dos códigos DCDU ou ACDU.

u

Letra U se o modelo de turbina eólica foi definido pelo usuário através dos códigos DCDU ou DTDU. Atualmente só há modelo CDU.

Mc

Número de identificação do modelo elo CC VSI conectado entre o estator e o rotor da máquina, como definido no campo CDU dos códigos DCDU ou ACDU.

u

Letra U se o modelo de elo CC VSI conectado entre o estator e o rotor da máquina foi definido pelo usuário através dos códigos DCDU ou DTDU. Atualmente só há modelo CDU.

Xvd

Reatância de compensação de queda de tensão (“Line Drop Compensation Reactance”) para o cálculo do sinal de entrada do regulador de tensão (sinal VDFM), em % na base de uma unidade do equipamento. O sinal VDFM é uma tensão calculada pela subtração da tensão da barra controlada com a queda de tensão na reatância de compensação, usando a corrente terminal do equipamento.

Nbc

Número de identificação da barra a ser controlada pelo equipamento. Quando for deixado em branco, o número da barra controlada será o mesmo da barra terminal do equipamento.

Slip

Valor inicial de escorregamento (em pu), ou número do CDU a partir do qual será calculado o valor do escorregamento inicial. A identificação do tipo de preenchimento deste campo é dada pela coluna u à direita deste campo, sendo que, ao ser informado o número do CDU neste campo, é necessário que este seja um número inteiro positivo.

u

Caso a inicialização do escorregamento inicial seja calculada via CDU, este campo deve ser preenchido com o caractere U. Se o escorregamento inicial for informado em pu no campo Slip, à esquerda deste campo, este campo deve ser deixado em branco.

R

Define eixos de referência para variáveis de controle do conversor ligado ao rotor, sendo preenchido com \(1\) se eixo q orientado na direção do fasor da tensão terminal \(V_s\) ou \(2\) se o eixo d orientado na direção do fluxo do estator \(\lambda_s\). Usar preferencialmente referência tipo \(2\).

Nota

As referências de eixo tipos 1 e 2 são idênticas se a resistência do estator da máquina for nula.

I

Define tipo de inicialização, sendo preenchido com \(1\) se o controle de tensão pelo conversor ligado ao estator e da corrente \(I_d\) do rotor em valor nulo (\(Id=0\)) ou \(2\) se o controle de tensão pelo conversor ligado ao rotor e conversor ligado ao estator com fator de potência unitário (\(Qc=0\)). Usar preferencialmente a inicialização tipo \(2\).

Exemplo

Listagem 170 Exemplo da aplicação do código DDFM
 1 (===============================================================================
 2 ( DEFINICAO DOS MODELOS DE CDU PARA TURBINA E CONVERSOR PARA O GERADOR EOLICO DE INDUCAO
 3 (===============================================================================
 4 DCDU
 5 (ncdu) ( nome cdu )
 6 19901  EOL-TURBINA
 7 ( ...
 8 ( Definição da malha de controle para a turbina eólica
 9 ( ...
10 FIMCDU
11 (ncdu) ( nome cdu )
12 29901  EOL-CONVERSR
13 ( ...
14 ( Definição da malha de controle para o conversor
15 ( ...
16 FIMCDU
17 999999
18 (===============================================================================
19 ( DEFINICAO DO MODELO DO GERADOR EOLICO DE INDUCAO
20 (===============================================================================
21 DMDF
22 (No)   ( Rs )( Xs )( Xm )( Rr )( Xr )( H  )( D  )(HPb )(Xtrf)(Strf)
23 100     0.630 10.58 605.9 0.780 11.92 4.564       2955. 1000. 0.32
24 999999
25 (===============================================================================
26 ( ASSOCIACAO DE MODELOS DE GERADOR EOLICO DE INDUCAO
27 (===============================================================================
28 DDFM
29 ( Nb)   Gr (P) (Q) Und ( Mg ) ( Mt )u( Mc )u(Xvd )(Nbc) ( Slip )uR I
30 9901   10 100 100  2    100   19901U 29901U             -0.25   2 2
31 999999

Ver também

Para maiores informações sobre modelos de geração eólica baseada em geradores DFIG, consulte a seção Geradores Eólicos DFIG.