../../_images/gida1.png

Modelos de Geradores Eólicos DFIG

Os dados de geração relativa à fazenda eólica a ser modelada como DFIG são obtidos do caso de fluxo de potência do programa Anarede (arquivo histórico).

A figura abaixo ilustra o diagrama simplificado do fluxo de potência típico de um parque eólico que utiliza geradores de indução com dupla alimentação:

../../_images/gerador_gida.PNG

Fig. 51 Aproveitamento eólico utilizando gerador de indução com dupla alimentação

As seguintes estratégias de controle adotada nos conversores:

  • Conversor 1 (conectado ao estator)
    • Potência Ativa: controle da tensão no capacitor

    • Potência Reativa: controle do fator de potência no conversor

  • Conversor 2 (conectado ao rotor)
    • Potência Ativa: controle de velocidade (escorregamento) da máquina

    • Potência Reativa: controle da geração de potência reativa (Q constante, V constante ou fp constante)

A figura abaixo apresenta o esquema geral simplificado dos sistemas de controle do aerogerador DFIG:

../../_images/controle_gida.PNG

Fig. 52 Esquema simplificado de controle do aerogerador

Modelo Predefinido de Gerador Eólico DFIG

A definição de modelo predefinido de Geradores Eólicos DFIG é realizada pelo código DMDF.

O preenchimento dos parâmetros e o diagrama de blocos deste modelo é detalhado a seguir:

DMFM

No

Número de identificação do modelo.

Rs

Resistência do estator, em %.

Xs

Reatância do estator, em %.

Xm

Reatância de magnetização, em %.

Rr

Resistência do rotor, em %.

Xr

Reatância do rotor, em %.

H

Constante de inércia do conjunto gerador/turbina, em segundos.

D

Amortecimento, em \(pu/pu\).

HPb

Potência base de 1 unidade, em \(HP\).

Xtrf

Reatância do transformador do conversor ligado ao estator, em %.

Strf

Potência base do transformador do conversor ligado ao estator, em \(MVA\).