../_images/codigos_opcoes.png

DEVT

Função

Os eventos são pontos centrais na simulação de transitórios eletromecânicos e podem ser definidos por meio do código DEVT. É neste código de execução em que são definidos curto-circuitos, cortes de geração e carga, desligamento de circuitos e outras mudanças topológicas no sistema. Os eventos são sempre aplicados de maneira pontual no sistema.

Utilização

A régua de preenchimento deste código é dependente do tipo de evento a ser aplicado. Para todos os eventos, os seguintes campos são obrigatórios:

Tp

Identificador do evento a ser aplicado

Tempo

Instante de ocorrência do evento, em segundos

Atenção

É possível efetuar variações relativas (campo %) e absolutas (campo Abs) em alguns eventos. Para estes eventos, o novo valor da grandeza alterada pelo evento é dado pelas seguintes expressões:

\(V_\text{new} = V_\text{old} + \Delta V\)

\(\Delta V = V_0\cdot \frac{\text{Evt}_\%}{100} + \text{Evt}_\text{Abs}\)

sendo:

\(V_\text{new}\) - valor da grandeza após evento

\(V_\text{old}\) - valor da grandeza antes do evento

\(\Delta V\) - variação da grandeza provocada pelo evento

\(V_0\) - valor da grandeza em \(t=0\)

\(\text{Evt}_\%\) - variação percentual provocada pelo evento

\(\text{Evt}_\text{Abs}\) - variação absoluta provocada pelo evento

Os demais parâmetros dependem de acordo com os eventos apresentados nas respectivas páginas.

Eventos em Barras CA

APCB

Aplicação de curto-circuito franco (trifásico) ou com impedância em barra CA (opcional). O curto-circuito permanece ativo enquanto não for eliminado por meio do evento de remoção de curto-circuito RMCB.

El

Identificador da barra associado ao evento

Rc

Resistência da impedância de curto-circuito na rede CA, em % (default = 0)

Xc

Reatância da impedância de curto-circuito na rede CA, em % (default = 0)

Dica

Para a simulação de curto-circuito fase-terra, o valor da impedância de curto-circuito deverá corresponder à soma das impedâncias equivalentes de sequência negativa e zero do sistema visto do ponto de falta.

Dica

O evento APCC simula de maneira aproximada o comportamento esperado de um curto-circuito fase-terra, não requerendo a informação da impedância de curto-circuito.

APCC

Afundamento de tensão (simulação de curto-circuito monofásico) em barra CA. Neste evento calcula-se a impedância de falta necessária para levar ao afundamento de tensão desejado, sendo que o valor de afundamento obtido sofre pequenas variações devido às injeções de corrente representadas por fora da matriz de admitância de barra.

O curto-circuito permanece ativo enquanto não for eliminado por meio do evento de remoção de curto-circuito RMCB. É permitido também dividir a aplicação do curto-circuito em estágios, caso o sistema apresente problemas de convergência em uma única etapa.

El

Identificador da barra associado ao evento

%

Percentual de afundamento da tensão na barra CA em relação a tensão pré-falta (relativa ao valor do step anterior a aplicação do evento)

Abs

Tensão-objetivo para o afundamento de tensão na barra CA em curto-circuito (default = 0.65)

Un

Número de estágios para a aplicação da impedância de falta (default = 1)

Dica

É permitido utilizar uma tensão-objetivo superior à tensão no momento do evento

RMCB

Remoção de curto-circuito em barra CA. Este evento remove curto-circuito provocado pelos códigos APCB e APCC.

El

Identificador da barra associado ao evento

DBCA

Desliga barra CA e todos os equipamentos conectados.

El

Identificador da barra associado ao evento

LBCA

Liga barra CA com todos os elementos passivos previamente ligados. Equipamentos que possuem modelo dinâmicos não são religados durante esse processo. Os circuitos são religados conforme seu estado operativo prévio ao desligamento da barra.

El

Identificador da barra associado ao evento

Eventos em Cargas

Eventos de Carga Estática

MDLD

Modificação módulo da carga, mantendo o fator de potência. Este evento pode entrar em conflito com CDU’s que atuem sobre o controle de carga em barra (STLDM, STLDP, STLDQ). Ao menos um dos seguintes parâmetros precisa ser informado: Abs ou %.

El

Identificador da barra associado ao evento

%

Variação percentual (relativa ao valor em \(t=0\)) do valor da carga a ser modificada

Abs

Variação absoluta da carga a ser modificada

MDLP

Modificação módulo da carga ativa. Este evento pode entrar em conflito com CDU’s que atuem sobre o controle de carga em barra (STLDM, STLDP). Ao menos um dos seguintes parâmetros precisa ser informado: Abs ou %.

El

Identificador da barra associado ao evento

%

Variação percentual (relativa ao valor em \(t=0\)) do valor da carga a ser modificada

Abs

Variação absoluta da carga ativa a ser modificada

MDLQ

Modificação módulo da carga reativa. Este evento pode entrar em conflito com CDUs que atuem sobre o controle de carga em barra (STLDM, STLDQ). Ao menos um dos seguintes parâmetros precisa ser informado: Abs ou %.

El

Identificador da barra associado ao evento

%

Variação percentual (relativa ao valor em \(t=0\)) do valor da carga a ser modificada

Abs

Variação absoluta da carga reativa a ser modificada

Eventos de Carga Dinâmica

Não existem eventos implementados para carga dinâmica. Cargas dinâmicas são, normalmente, alteradas por meio de aplicação de evento TCDU em referência do controle CDU da carga.

Eventos em Shunt

MDSH

Modificação de shunt equivalente (Abs ou %) ou número de únidades de banco shunt (individualizado) em barra CA (Un).

Ao menos um dos seguintes parâmetros precisa ser informado: Abs ou % (equivalente) ou Un (individualizado).

El

Identificador da barra associado ao evento

%

Variação percentual (relativa ao valor em t=0) do valor do shunt a ser modificado

Abs

Variação absoluta do shunt a ser modificado

Gr

Número de identificação do grupo de equipamento do banco shunt individualizado

Un

Número de unidades que serão ligadas (valor positivo) ou desligadas (valor negativo) do grupo de banco shunt individualizado

Atenção

Este evento pode entrar em conflito com CDUs que atuem sobre o controle de banco shunt equivalente (STSHT) ou individualizado (STBSH).

Eventos em Circuitos CA

APCL

Aplicação de curto-circuito em linha CA. O curto-circuito pode ser franco (trifásico) ou com impedância de curto-circuito (opcional). O curto-circuito permanece ativo enquanto não for eleminado por alguma proteção (relés e relés por CDU) ou pelo evento de remoção de curto-circuito RMCL.

El

Extremidade DE do circuito CA

Pa

Extremidade PARA do circuito CA

Nc

Número do circuito (default = 1)

Ex

Identificação da extremidade (default = DE)

%

Percentual do comprimento do circuito a partir da extremidade dada

Rc

Resistência da impedância de curto-circuito na rede CA, em % (default = 0)

Xc

Reatância da impedância de curto-circuito na rede CA, em % (default = 0)

RMCL

Remoção de curto-circuito em linha CA.

El

Extremidade DE do circuito CA

Pa

Extremidade PARA do circuito CA

Nc

Número do circuito (default = 1)

ABCI

Abertura total de circuito CA ou na extremidade especificada. Este evento pode entrar em conflito com CDUs que atuem sobre o estado operativo (STLIND e STLINP) de circuitos. O circuito deve possuir ao menos uma extremidade fechada.

El

Extremidade DE do circuito CA

Pa

Extremidade PARA do circuito CA

Nc

Número do circuito (default = 1)

Ex

Identificação da extremidade para abertura parcial

Dica

A representação aproximada de abertura de uma ou 2 fases de uma linha CA pode ser feita alterando-se a impedância equivalente do respectivo circuito através do evento MDCI

FECI

Fechamento total de circuito CA ou na extremidade especificada. Este evento de entrar em conflito com CDUs que atuem sobre o estado operativo (STLIND e STLINP) de circuitos. O circuito deve possuir ao menos uma extremidade aberta.

El

Extremidade DE do circuito CA

Pa

Extremidade PARA do circuito CA

Nc

Número do circuito (default = 1)

Ex

Identificação da extremidade para fechamento parcial

MDCI

Modificação de parâmetros de circuito CA. Este evento pode entrar em conflito com CDUs que atuem sobre parâmetros de circuitos e transformadores (RTRF, XTRF, TAP…). É necesário informar ao menos um dos seguintes campos: Rc, Xc, Bc ou Defas

El

Extremidade DE do circuito CA

Pa

Extremidade PARA do circuito CA

Nc

Número do circuito (default = 1)

Rc

Novo valor da resistência série do circuito, em %

Xc

Novo valor da reatância série do circuito, em %

Bc

Novo valor da susceptância shunt total do circuito, em Mvar

Defas

Novo valor da defasagem do circuito correspondente a transformador defasador, em graus

MTAP

Modificação de tap de transformador sem controle de tap modelado. É necessário preencher o campo de valor absoluto (Abs) ou o campo de valor percentual (%).

El

Extremidade DE do circuito CA

Pa

Extremidade PARA do circuito CA

Nc

Número do circuito (default = 1)

%

Variação percentual (relativa ao valor em t=0) do valor do tap a ser modificado

Abs

Variação absoluta do tap a ser modificado

Eventos Transformadores OLTC

TTAP

Degrau no sinal de referência de controle de OLTC.

El

Extremidade DE do circuito CA correspondente ao transformador

Pa

Extremidade PARA do circuito CA correspondente ao transformador

Nc

Número zdo circuito CA correspondente ao transformador (default = 1)

%

Variação %, relativa ao valor em \(t=0\), do respectivo sinal de referência

ABS

Variação absoluta do respectivo sinal de referência, em pu

Eventos em Máquinas de Indução Convencional

RMMI

Remoção de unidade de máquina de indução convencional.

El

Barra CA onde está a máquina

Gr

Número de identificação do grupo de equipamento (default = todos os grupos)

Un

Número de unidades que serão removidas do grupo de máquina de indução convencional (default = todas)

LMOT

Partida de grupo de motor de indução convencional.

El

Barra CA onde está a máquina

Gr

Número de identificação do grupo de equipamento

Un

Número de unidades que serão removidas do grupo de máquina de indução convencional

Aviso

Para o evento LMOT, só é possível ligar um grupo que esteja parado.

TMOT (Evento)

Degrau no torque mecânico da máquina de indução convencional.

El

Barra CA onde está a máquina

%

Variação percentual (relativa ao valor em \(t=0\)) do respectivo sinal de referência.

Abs

Variação absoluta do respectivo sinal de referência, em pu.

Gr

Número de identificação do grupo de equipamento.

Eventos em Máquinas Síncronas

RMGR

Remoção de unidade geradora ou usina.

El

Número de identificação da barra CA onde está a máquina síncrona

Gr

Número de identificação do grupo da máquina síncrona

Un

Número de unidades que serão removidas do grupo de máquina síncrona

Dica

Caso o campo Un esteja em branco serão desligadas todas as unidades ainda existentes no grupo de máquina síncrona especificado pelos campos El e Gr. Caso o campo Gr também esteja em branco, então serão desligados todos os grupos de equipamento relacionados com o evento que estejam conectados à barra especificada pelo campo El.

Aviso

A remoção de unidades geradoras não altera automaticamente a impedância do transformador associado, a menos que o controle deste esteja modelado por CDU.

TRGT

Degrau no sinal de referência do regulador de tensão built-in da máquina.

El

Barra CA onde está a máquina

%

Variação percentual (relativa ao valor em \(t=0\)) no sinal de referência

Abs

Variação absoluta no sinal de referência, em pu

Gr

Número de identificação do grupo de equipamento

TRGV

Degrau no sinal de referência do regulador de velocidade built-in da máquina.

El

Barra CA onde está a máquina

%

Variação percentual (relativa ao valor em \(t=0\)) no sinal de referência

Abs

Variação absoluta no sinal de referência, em pu

Gr

Número de identificação do grupo de equipamento

Dica

Para degrau no sinal de referência de reguladores CDU, utilize o evento TCDU.

TINF

Degrau no sinal de referência da tensão da barra infinita.

El

Identificação da Barra Infinita

%

Variação percentual (relativa ao valor em \(t=0\)) no sinal de referência

Abs

Variação absoluta no sinal de referência, em pu

Gr

Número de identificação do grupo de equipamento

RINF

Rampa no sinal de referência da tensão da barra infinita.

El

Identificação da Barra Infinita

%

Taxa de variação, em \(\%/s\) (relativa ao valor em \(t=0\)), no sinal de referência

Abs

Taxa de variação absoluta no sinal de referência, em pu/s

Gr

Número de identificação do grupo de equipamento

Eventos em Geradores Eólicos DFIG

RMDF

Remoção de unidade de máquina de indução com dupla alimentação.

El

Identificador da barra CA associada ao gerador de indução com dupla alimentação

Gr

Número de identificação do grupo de equipamento (default = todos os grupos)

Un

Número de unidades que serão removidas do grupo de máquina de indução convencional (default = todas)

Cuidado

Caso o campo Número de Unidades (Un) esteja em branco serão desligadas todas as unidades ainda existentes no grupo de máquina de indução com dupla alimentação especificado pelos campos Elemento (El) e Grupo de Equipamento (Gr). Caso o campo Grupo de Equipamento (Gr) também esteja em branco então serão desligados todos os grupos de equipamento relacionados com o evento que estejam conectados à barra especificada pelo campo Elemento (El).

Eventos em Geradores Síncronos Eólicos

RMGE

Remoção de unidade de gerador eólico com máquina síncrona.

El

Identificador da barra CA associada ao gerador eólico síncrono

Gr

Número de identificação do grupo de equipamento (default = todos os grupos)

Un

Número de unidades que serão removidas do grupo de gerador eólico síncrono (default = todas)

Cuidado

Caso o campo Número de Unidades (Un) esteja em branco serão desligadas todas as unidades ainda existentes no grupo de gerador eólico síncrono especificado pelos campos Elemento (El) e Grupo de Equipamento (Gr). Caso o campo Grupo de Equipamento (Gr) também esteja em branco então serão desligados todos os grupos de equipamento relacionados com o evento que estejam conectados à barra especificada pelo campo Elemento (El).

Eventos em Fonte Shunt Controlada

RFNT

Remoção de unidades ou grupo de fonte shunt controlada.

El

Identificador da barra CA associada à fonte shunt controlada

Gr

Número de identificação do grupo de equipamento (default = todos os grupos)

Un

Número de unidades que serão removidas do grupo de fonte shunt controlada (default = todas)

Cuidado

Caso o campo Número de Unidades (Un) esteja em branco serão desligadas todas as unidades ainda existentes no grupo de fonte shunt controlada especificado pelos campos Elemento (El) e Grupo de Equipamento (Gr). Caso o campo Grupo de Equipamento (Gr) também esteja em branco então serão desligados todos os grupos de equipamento relacionados com o evento que estejam conectados à barra especificada pelo campo Elemento (El).

Eventos em Barras CC

ACBC

Aplicação de curto-circuito franco em barra CC.

El

Número de identificação da barra CC

RCBC

Remoção de curto-circuito em barra CC.

El

Número de identificação da barra CC

Eventos em Linhas CC

ACLC

Aplicação de curto-circuito franco no meio da linhas CC. O curto-circuito permanece ativo enquanto não for eliminado por meio do evento de remoção de curto-circuito RCLC.

El

Número de identificação da barra CC correspondente a extremidade DE do elo CC

Pa

Número de identificação da extremidade PARA do circuito associado ao evento

Nc

Número de identificação do circuito paralelo no qual será aplicado o evento (default = 1)

RCLC

Remoção de curto-circuito em linha CC.

El

Número de identificação da barra CC correspondente a extremidade DE do elo CC

Pa

Número de identificação da extremidade PARA do circuito associado ao evento

Nc

Número de identificação do circuito paralelo no qual será aplicado o evento (default = 1)

LPCC

Ativação da proteção contra curto-circuito na rede CC (somente para elos CC com modelo predefinido).

El

Número de identificação do elo CC, conforme definido no código de execução DELO

P

Polaridade do elo a ter a proteção contra falta na rede CC ativada ou desativada: “\(+\)” para polo positivo, “\(-\)” para polo negativo e em branco para ambos os polos

DPCC

Desativação da proteção contra curto-circuito na rede CC (só para elos CC com modelo predefinido ).

El

Número de identificação do elo CC, conforme definido no código de execução DELO

P

Polaridade do elo a ter a proteção contra falta na rede CC ativada ou desativada: “\(+\)” para polo positivo, “\(-\)” para polo negativo e em branco para ambos os polos

Eventos em Elos CC

APFC

Aplicação de falha de comutação em conversores CA-CC. A falha de comutação permanece ativa enquanto não for eliminada por meio do evento de remoção de falha de comutação RMFC.

El

Número de identificação do conversor CA-CC, conforme definido no código de execução DCNV

Dica

O Anatem permite a detecção de falhas de comutação automaticamente através do código DFCM a partir de um valor de tensão mínimo na barra CA do conversor ou do ângulo mínimo limite do conversor (\(\gamma\)).

RMFC

Remoção de falha de comutação em conversores CA-CC.

El

Número de identificação do conversor CA-CC, conforme definido no código de execução DCNV

BELO

Bloqueio de elo CC ou de um de seus polos (desligamento).

El

Número de identificação do elo CC, conforme definido no código de execução DELO.

RMPC

Remoção de ponte conversora de 6 pulsos por “by-pass”.

El

Número de identificação do conversor CA-CC, conforme definido no código de execução DCNV

TCNV

Degrau no sinal de referência de controle do conversor.

El

Número de identificação do conversor CA-CC, conforme definido no código de execução DCNV

%

Variação %, relativa ao valor em \(t=0\), do respectivo sinal de referência

ABS

Variação absoluta do respectivo sinal de referência, em pu

RCNV

Rampa no sinal de referência de controle do conversor.

El

Número de identificação do conversor CA-CC, conforme definido no código de execução DCNV

%

Taxa de variação, em %/s, relativa ao valor em \(t=0\), do respectivo sinal de referência

ABS

Taxa de variação absoluta do respectivo sinal de referência, em pu/s

Eventos em Compensadores Estáticos

RMSV

Remoção de unidade de compensador estático (CER ou SVC).

El

Número de identificação da barra CA associada ao compensador estático.

Gr

Número de identificação do grupo de equipamento (default = todos os grupos)

Un

Número de unidades que serão removidas do grupo de compensador estático (default = todas as unidades)

Dica

Caso o campo Número de Unidades (Un) esteja em branco serão desligadas todas as unidades ainda existentes no grupo de máquina de indução com dupla alimentação especificado pelos campos Elemento (El) e Grupo de Equipamento (Gr). Caso o campo Grupo de Equipamento (Gr) também esteja em branco então serão desligados todos os grupos de equipamento relacionados com o evento que estejam conectados à barra especificada pelo campo Elemento (El).

TSVC

Degrau no sinal de referência de controle do compensador estático.

El

Número de identificação da barra CA associada ao compensador estático

%

Variação %, relativa ao valor em \(t=0\), do respectivo sinal de referência

ABS

Variação absoluta do respectivo sinal de referência, em pu.

Gr

Número de identificação do grupo de equipamento

Eventos em Compensadores Série Controláveis

TCSC

Degrau no sinal de referência de controle do compensador série controlável.

El

Extremidade DE do compensador série controlável

Pa

Extremidade PARA do compensador série controlável

Nc

Número do circuito do compensador série controlável (default = 1)

%

Variação %, relativa ao valor em \(t=0\), do respectivo sinal de referência

ABS

Variação absoluta do respectivo sinal de referência, em pu

Eventos em CDU

TCDU

Degrau em sinal de entrada de CDU (bloco ENTRAD). É necessário preencher o campo de valor absoluto (Abs) ou o campo de valor percentual (%).

El

Identificador do CDU em que será aplicado o evento

%

Variação percentual (relativa ao valor em \(t=0\)) do sinal de referência

Abs

Variação absoluta do sinal de referência

Bl

Número de identificação do bloco do CDU em que será aplicado o evento.

RCDU

Rampa em sinal de entrada de CDU (bloco ENTRAD). É necessário preencher o campo de valor absoluto (Abs) ou o campo de valor percentual (%) para informar o valor da taxa de variação do sinal de entrada do CDU.

El

Identificador do CDU em que será aplicado o evento

%

Taxa de variação, em \(\%/s\), relativa ao valor em t=0, do respectivo sinal de ENTRAD

Abs

Taxa de variação absoluta do respectivo sinal de ENTRAD, em pu/s

Bl

Número de identificação do bloco do CDU em que será aplicado o evento.

Exemplo

Listagem 174 Exemplo da aplicação do código DEVT
 1
 2
 3
 4
 5
 6
 7
 8
 9
10
11
12
13
(=============================================================================================
( DADOS DE EVENTOS
(=============================================================================================
( Aplicacao de curto-circuito na barra CA 2 aos 50 ms da simulacao.
( Remocao de curto-circuito da barra CA 2 aos 250ms da simulacao.
( Abertura de circuito CA entre as barra 2 e 3 aos 250ms da simulacao.
(
DEVT
(Tp) ( Tempo)( El )( Pa)Nc( Ex) ( % ) (ABS ) Gr Uni         (Bl)P ( Rc ) ( Xc ) ( Bc ) (Defas)
APCB      .05     2
RMCB      .25     2
ABCI      .25     2    3
999999