../../_images/cdu2.png

OTMX - Algoritmo composto para detecção de malha inativa (forward/backward)

O objetivo do algoritmo OTMX está na aplicação simultânea dos melhores algoritmos desenvolvidos para detecção de malhas inativas pela equipe de desenvolvimento do Anatem. É, portanto, a opção recomendada para uso cotidiano e poderá gerar resultados diferentes ao longo das versões a serem lançadas. Na versão 11.4, essa opção consistia da aplicação dos algoritmos OTM3 e OTM4. Na versão 11.5, essa opção ativa também o algoritmo OTM5.

No caso, os algoritmos OTM3, OTM4 e OTM5 podem ser aplicados simultaneamente em um controle. Quando isto é feito, as regras de busca de malhas inativas permitem que novos blocos sejam detectados. Não existe sobreposição nos algoritmos; blocos detectados como inativos por um algoritmo são pontos de parada para o outro algoritmo. É, portanto, inesperado que o tempo detecção de malhas inativas seja alto. O resultado dessa combinação é que novos ramos de blocos devem ser analisados quanto a sua inatividade, sem que seja comprometido o tempo de execução do algoritmo como um todo.

Exemplo

Tomando os excertos presentes nas Fig. 85 e Fig. 86, seria de se esperar que o algoritmo OTMX, por combinar ambos os algoritmos, fosse capaz de encontrar união dos conjuntos de blocos inativos encontrados pelos algoritmos individualmente. Contudo, conforme exposto, novos caminhos de busca podem surgir quando mais e mais blocos são detectados como inativos. Nos exemplos apontados, os blocos (15) e (54) são detectados como inativos, cada um por um algoritmo diferente. Na Fig. 87, é possível observar que pela inatividade desses blocos, o bloco (14) foi determinado como inativo, e em seguida todas as duas malhas modeladas serão detectadas como inativas.

../../_images/otmx.png

Fig. 87 Análise do algoritmo OTMX num excerto de CDU

Nota

As conexões em vermelho representam aquelas conexões que são certamente inativas, as em preto são potencialmente ativas.