../_images/codigos_opcoes.png

DMCS

Função

Leitura de dados de modelo predefinido de compensador série controlável.

Utilização

DMCS MD01

No

Número de identificação do modelo de compensador série controlável.

Ki

Ganho integral do bloco PI, em \(pu\).

Kp

Ganho proporcional do bloco PI, em \(pu\).

T1

Constante de avanço do bloco LEAD-LAG, em segundos.

T2

Constante de atraso do bloco LEAD-LAG, em segundos.

../_images/codigo_de_execucao_dmcs_a.png

Fig. 106 Esquema básico do Compensadores Série Controláveis.

Este modelo de compensador série controlável só pode ser utilizado para equipamentos do tipo Compensadores Série Controláveis (“Thyristor Controlled Series Capacitor”), onde o capacitor é fixo e o indutor é controlado por válvulas tiristorizadas. Com isto a variação da sua reatância é feita de maneira contínua.

  • \(P\) \(\to\) Potência ativa que flui no circuito onde está conectado o CSC, em \(pu\).

  • \(|I|\) \(\to\) Módulo da corrente que flui no circuito onde está conectado o CSC, em \(pu\).

  • \(V_{sac}\) \(\to\) Sinal estabilizador aplicado no compensador série controlável, em \(pu\).

  • \(V_{ref}\) \(\to\) Sinal de referência, em \(pu\).

  • \(B_{min}\) \(\to\) Susceptância mínima da parcela variável do compensador série controlável, em \(pu\).

  • \(B_{max}\) \(\to\) Susceptância máxima da parcela variável do compensador série controlável, em \(pu\).

  • \(B_L\) \(\to\) Susceptância do elemento indutivo do compensador série controlável, em \(pu\).

  • \(B_C\) \(\to\) Susceptância do elemento capacitivo do compensador série controlável, em \(pu\).

  • \(B\) \(\to\) Susceptância total do compensador série controlável, em \(pu\).

DMCS MD02

No

Número de identificação do modelo de compensador série controlável.

Kp

Ganho, em \(pu\).

T1

Constante de avanço do bloco LEAD-LAG, em segundos.

T2

Constante de atraso do bloco LEAD-LAG, em segundos.

DB

Largura da banda morta, em \(pu\).

../_images/codigo_de_execucao_dmcs_b.png

Fig. 107 Esquema básico do Compensadores Série Controláveis. Os indutores servem apenas para limitação da derivada de corrente de chaveamento e não para compensação reativa.

Este modelo de compensador série controlável só pode ser utilizado para equipamentos do tipo TSSC (“Thyristor Switched Series Capacitor”), onde os capacitores são chaveados através de válvulas tiristorizadas. Com isto a variação da sua reatância é feita de maneira discreta.

  • \(P\) \(\to\) Potência ativa que flui no circuito onde está conectado o CSC, em \(pu\).

  • \(|I|\) \(\to\) Módulo da corrente que flui no circuito onde está conectado o CSC, em \(pu\).

  • \(V_{sac}\) \(\to\) Sinal estabilizador aplicado no compensador série controlável, em \(pu\).

  • \(V_{ref}\) \(\to\) Sinal de referência correspondente ao valor especificado no Anarede, em \(pu\).

  • \(V_{ref_1}\) \(\to\) Sinal de referência auxiliar para ajuste das condições iniciais em regime permanente, em \(pu\).

  • \(X_{min}\) \(\to\) Reatância mínima do compensador série controlável, em \(pu\).

  • \(X_{max}\) \(\to\) Reatância máxima do compensador série controlável, em \(pu\).

  • \(B\) \(\to\) Susceptância do compensador série controlável, em \(pu\).

Opções de execução disponíveis

Nota

As opções MD01 e MD02 são utilizadas para ativação da leitura de dados dos respectivos tipos de modelo de compensador série controlável. Somente uma destas opções pode ser ativada em cada execução do código DMCS.

Exemplo

Listagem 188 Exemplo da aplicação do código DMCS
 1 (=======================================================================
 2 ( DADOS DE MODELOS PREDEFINIDOS DE CSC
 3 (=======================================================================
 4 DMCS MD01
 5 (No)   (Ki )(Kp )(T1 )(T2 )
 6 0001     20.   1.  0.1  1.0
 7 999999
 8 (
 9 DMCS MD02
10 (No)   (Kp )(T1 )(T2 )(DB )
11 0002     10.  0.1  5.0  0.2
12 999999